© 2015 Museu Salesiano. Todos os direitos reservados.

 

Alameda Dino Bueno 285/353, Campos Elíseos, São Paulo - SP | Brasil CEP:01217-000

+55 11 3337-2916

museu@salesianos.com.br

Atendimento de terça a sexta-feira das 9h às 16h.

Realização

Apoio

Logomarca

A logomarca do Museu da Obra Salesiana no Brasil é carregada de significados e reflete os valores e a história do MOSB.

Tipografia

A logomarca carrega duas tipografias que conversam entre si: Bellerose (na sigla MOSB) e Decker (no nome do museu).

 

São fontes bastonadas (sem serifa), o que valoriza o desenho de ambas.

Não possuem diferenciação de espessura nos traços tornando as letras uniformes, com leiturabilidade e legibilidade.

 

Ao fazer uma análise mais profunda dos tipos, justificam-se suas escolhas considerando que:

 

- Bellerose é marcante, porém, suave, inspira serenidade, simples e moderna ao mesmo tempo, características que incidem com o modo como a Obra Salesiana no Brasil foi e é administrada.

 

- Decker é mais arredondada e firme, insinua uma responsabilidade mais sutil, enquadrando-se muito bem às características da atuação salesiana no país.

Caracteres nas tipografias utilizadas.

Símbolo

O símbolo elaborado para a logomarca resume o objetivo do museu: contar ao visitante a trajetória dos salesianos no país, suas conquistas, sua relevância para a história do Brasil.

 

O símbolo representa uma linha do tempo cuja referência real é a história dos salesianos no país. Cada marco sugere, em escala, a chegada dos salesianos ao Brasil, a fundação do Liceu Coração de Jesus – prédio que abriga o MOSB – a fundação das seis inspetorias brasileiras, a criação do Museu Dom Bosco em Campo Grande, do Centro Salesiano de Pesquisa e Documentação de Barbacena e do próprio MOSB.

 

Ao fugir do padrão de identidade visual dos salesianos (o “S” e as cores azul e vermelho), a logo busca desmembrar o pré-conceito que se tem sobre a congregação - um grupo de religiosos que têm por missão pura e exclusivamente a evangelização – possibilitando gerar questionamentos sobre o que mais os salesianos podem ter feito, fazem e farão (este questionamento justifica as reticências ao final da linha do tempo).

Linha do tempo que inspirou o símbolo da logomarca.

Cores Institucionais

Ainda seguindo o conceito de apresentar ao visitante uma nova visão sobre a obra salesiana no país, optou-se pela utilização do preto e do vermelho.

 

O uso do preto justifica-se pelo fato de a cor representar força, astúcia, proteção, inteligência e sofisticação, características presentes em toda a obra salesiana, enquanto o vermelho simboliza a coragem, a motivação, a vitalidade, o poder e a paixão com as quais os salesianos construíram sua história.