© 2015 Museu Salesiano. Todos os direitos reservados.

 

Alameda Dino Bueno 285/353, Campos Elíseos, São Paulo - SP | Brasil CEP:01217-000

+55 11 3337-2916

museu@salesianos.com.br

Atendimento de terça a sexta-feira das 9h às 16h.

Realização

Apoio

Luiz Comollo, grande e único amigo

Também seminarista, Comollo se constituiu em grande exemplo para João. Comollo oferecia a João Bosco exemplos de sua minuciosa obediência, de sua escrupulosa fidelidade aos mais pequeninos deveres, da caridade cuidadosa em não ofender jamais a ninguém nem sequer com palavras, da piedade intensa muito pronta em se exteriorizar em lágrimas e suspiros, da extraordinária mortificação, dos modos impecáveis de seminarista. João comunicava a Camollo as luzes de sua inteligência aberta, sua alegria, o constante bom humor, o extraordinário dom de equilíbrio que sabia manter em todas as coisas, o horror à singularidade e os dons abençoados de um caráter que a todos se tornava simpático.

Pintura dos jovens amigos Dom Bosco e Comollo.

- "Se os seminaristas menos exemplares não conseguiram tomar conta de mim, e se consegui progredir na vocação, devo-o a Comollo" escreveu Bosco logo depois da morte do amigo.

 

Foram apenas dois anos de convívio durante os quais fizeram uma promessa, um ao outro:

 

Quando Comollo ainda vivia, os dois amigos - muito imprudentemente, como confessa João Bosco mais tarde combinaram com promessa formal que aquele que morresse primeiro viria avisar ao outro para informá-lo sobre a sorte que tivesse tido sua alma. A lembrança dessa promessa agitava a alma de João. E naquela noite não foi capaz de conciliar o sono.

Capítulos

<< capítulo anterior

Próximo capítulo >>